fbpx

Em tempos de crise econômica, como a que estamos passando devido à pandemia de COVID-19, muita gente acaba repensando o orçamento em busca de locais para “cortar” qualquer tipo de excesso. E geralmente um dos primeiros setores que sofrem na lista orçamentária é o de marketing digital. Mas quando você pensa na comunicação de sua empresa, seja através de anúncios ou pelas ferramentas digitais, você pensa nisso como um custo extra mensal? Ou como um investimento que vai lhe trazer um retorno financeiro em um prazo estabelecido? Aprenda a seguir a diferenciar os dois e qual o melhor caminho a seguir.

A importância de aprender a discernir custo de investimento

Então, antes de passar a faca em qualquer verba, é preciso primeiro entender a diferença entre custo e investimento. Em primeiro lugar, custo é todo o dinheiro gasto pela sua empresa sem nenhuma previsão objetiva de retorno financeiro. Contas de água e luz, internet, aluguel e afins, todos esses podem ser vistos como custo. Já o investimento é aquele que, quando bem alinhado aos interesses e objetivos da empresa e realizado por meio de equipes capacitadas, traz um retorno financeiro em curto, médio ou longo prazo. E tudo o que engloba comunicação e marketing do seu negócio está incluído justamente aqui.

Infelizmente, o erro de muitas empresas em tempos de crise é justamente encarar o marketing como um custo. E, com isso, diminuir sua verba. Isso se dá porque muitos empresários passam a confiar apenas na divulgação orgânica de seus produtos através do famoso boca a boca. Ou, ainda, valendo-se apenas das redes sociais. Isso se dá justamente por elas serem gratuitas. Mas vale lembrar que sem ferramentas de apoio, criação e/ou mensuração, as postagens acabam por se perderem no mar do algoritmos das redes sociais. Então, isso acaba levando a empresa a também desaparecer no meio do sem número de ofertas existentes no mercado. O que, por sua vez, leva a uma diminuição da demanda, que acarreta uma diminuição do faturamento. Então, esse ciclo pode obrigar a empresa a fazer cortes ainda maiores.

O investimento em Marketing Digital mesmo em tempos de crise

Por mais que ainda haja certa desconfiança por parte dos empresários em relação ao marketing – principalmente o digital, é importante mantê-lo na coluna dos investimentos na sua planilha orçamentária. Afinal, tirar verba das principais ferramentas que levam o público até o seu produto não parece ser uma atitude empreendedora, certo? Além do mais, falando especificamente em marketing digital, já está provado que, ao se investir no chamado Inbound Marketing e na automatização de processos de comunicação digital, a média do ROI (retorno sobre o investimento) aumenta significativamente. Principalmente em comparação aos métodos de comunicação tradicionais como anúncios em jornais e TV, panfletos e afins, o chamado outbounding.

Então se o fantasma da crise financeira anda assombrando seus orçamentos, não corte verba do marketing digital. Pense em métodos otimizá-la! Avalie os resultados com o que tem sido feito até o momento! Se preciso, refaça os planejamentos! Busque afinar sua comunicação com as ferramentas utilizadas. Ou ainda, busque novas ferramentas! Encontre aquelas que conversem melhor com seu público, que possam lhe dar mais visibilidade! Mas se você ainda tem dúvidas sobre investimentos em marketing digital ou Inbound Marketing, a gente ajuda! Não deixe de baixar nosso e-book Como Impulsionar Vendas Online Através do Marketing Digital e Social Media. Nele, você confere como que, com as ferramentas corretas, sua empresa pode crescer ainda mais ao aumentar a presença nos canais de comunicação corretos.